Home » Notícias » Gergelim: experimente!

Gergelim: experimente!

Essa semente muito antiga, hoje alvo de muitos comentários, tem sua origem desconhecida, o que se sabe é que os faraós retiravam óleos de suas sementes e comercializavam, por este motivo era considerada uma raridade.

Você conhece a planta do gergelim? Ela atinge cerca de 1,5 a 2 metros de altura, possui flores bem rosadas, quase brancas e contem aquelas sementinhas achatadas.

Na dúvida de como consumir, a entidade científica, em consenso, orienta o consumo da semente com casca, crua e na forma integral, por conter óleo no interior a semente umedece e lubrifica a parede intestinal, fazendo com que melhore sinais de constipação, aumente o movimento intestinal, além de evitar fezes ressecadas e endurecidas.

Houve um significativo aumento no grupo de pessoas com problemas da função intestinal, isso se deve a má alimentação e falta de atividade física. O endurecimento das fezes é extremamente maléfico a longo prazo, prejudica a parede intestinal e desregula a flora bacteriana intestinal.

Outra vantagem está na composição química do gergelim, rico em proteína e cálcio, pode prevenir doenças como a osteoporose (desmineralização óssea), diminuindo o risco de fraturas; melhora do controle glicêmico, pois não permite que a insulina seja secretada de maneira aguda; diminuição do armazenamento de gordura, por controlar a quantidade consumida entre as refeições, o aumento da saciedade tende a reduzir o volume das ingestas.

Infelizmente os produtos industrializados que contem gergelim não conseguem fornecer a quantidade adequada. O ideal é o consumo de 30 gramas/dia. Algumas dicas são:

  1. Salpicar no pão;
  2. Acrescentar em saladas;
  3. Colocar na preparação depois de pronta;
  4. Inserir nos iogurtes e bebidas lácteas;
  5. Consumir com frutas.

 

Em qualquer destas formas os benefícios são evidenciados, porém, como nenhum outro alimento, não é o único responsável pelo emagrecimento, quando unido a alimentação adequada, consumo abundante de água, horários regulares e atividade física diária, evidencia benefícios, em pouco tempo.

 

 

 

About nutrimeu

Check Also

Foto: emagreceragoramesmo/reprodução

O que comer antes, durante e depois do treino?

Foto: janainagoston / reprodução Na maioria das vezes, a resposta é: não importa! O nosso …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *