Home » Notícias » Industrializados saudáveis: desconfie

Industrializados saudáveis: desconfie

1488667_908619575924525_7508484448711960601_nNem mesmo os industrializados que se dizem ser saudáveis são uma boa escolha. Posso ver a cara de espanto do leitor, do tipo: “nossa, mas é sem açúcar e integral!”

Pois bem, na foto podemos avaliar um desses pacotinhos “saudáveis”, nos ingredientes já logo de cara detectamos um dos corantes mais famosos por seus malefícios a saúde, o corante caramelo IV (se lembram desse nome nos ingredientes da coca-cola?), entre outros aditivos químicos e conservantes.

Algumas barrinhas de cereais, por exemplo, contém até mesmo açúcar em sua composição. O problema do açúcar não são nem mesmo as calorias, mas sim o aumento de glicemia que irá ativar a liberação de insulina, resultando assim em uma diminuição da utilização da gordura corporal como fonte de energia, ou seja, impede o emagrecimento/queima de gordura corporal.

Enfim, alimentos industrializados não trazem NENHUM benefício! Não opte por alimentos mais práticos ou até mesmo mais baratos. Conservantes, corantes e substâncias sintéticas são uma bomba para nosso organismo, embora sejam muito saborosos, esse prazer pode custar caro para sua saúde. Lembre sempre que esses aditivos podem nos levar para a morte.

Os industrializados podem causar também alergias respiratórias, alergias na pele, algumas disfunções gástricas, refluxo, diarréias e dores de estômago.

O ideal é que esses produtos sejam quase nunca consumidos e quando isso for feito é importante contrabalancear o seu consumo com muitas verduras.

“Para não errar na escolha é simples: alimente natural, alimente de verdade”

Tályta Fortuna
Nutricionista –  CRN. 7092
Especialista em Nutrição Clínica, Metabólica e Esportiva
tfnutricaointeligente@gmail.com
www.tfnutricaointeligente.com

About meunutricionista

Check Also

InShot_20171203_111326252

Dieta cetogênica – existe algum benefício?

É contraproducente pensar em boa performance com restrição de carboidrato, no entanto, a restrição pontual …