Home » Notícias » Probióticos pra vida toda

Probióticos pra vida toda

glass-617387_640Quando falamos em microrganismos é automático nos remetermos à malefícios e doenças. Porém, ao contrário do que pensamos, existem muitos “bichinhos” do bem, e chamamos de probióticos.

Probióticos são microrganismos vivos (como os lactobacilos e as bifidobactérias) que, quando ingeridos em quantidades adequadas, podem conferir inúmeros benefícios para a nossa saúde.

Quando ingeridas, as bactérias probióticas passam pelo estômago, resistindo à sua acidez, à bile, e assim chegam intactas ao intestino, aderindo sobre suas paredes e formando densas camadas de colônias neste e no trato urogenital, impedindo a aderência dos microrganismos patogênicos, causadores de malefícios.

Além disso, os probióticos aumentam a acidez do intestino (condição inibitória para as bactérias nocivas). Assim, os probióticos podem desempenhar todos os seus benefícios.

Confira:

  • Previnem diarreias e constipação;
  • Aumentam a absorção de minerais, como o cálcio;
  • Reduzem a pressão arterial;
  • Fortalecem o sistema imunológico, reduzindo a incidência e duração de febre, tosse e coriza;
  • Aumentam a resistência à infecções gastrintestinais;
  • Produzem fatores anticarcinogênicos, diminuindo a incidência de tumores intestinais;
  • Sintetizam algumas vitaminas do complexo B e enzimas digestivas;
  • Auxiliam na digestão da lactose (açúcar do leite);
  • Estimulam a redução dos níveis de colesterol e triglicérides;
  • Reduzem os efeitos colaterais causados por antibióticos.

Ainda, atualmente tem sido estudado o seu efeito anti-obesogênico: estudos em humanos adultos e ratos mostram que a administração de probióticos reduziu o peso corporal, em especial a gordura abdominal, aumentou os níveis de adiponectina (uma proteína que aumenta a oxidação de gordura) e reduziu o colesterol total.

Podemos encontrar esses “grandes amigos” em iogurtes, leites fermentados, queijos, pó, sachês e cápsulas.

Vale ressaltar que os probióticos só surtirão os efeitos desejados se forem ingeridos diariamente e em quantidades significativas; e os seus efeitos serão potencializados quando combinados com um estilo de vida saudável.

“Procure um nutricionista para te orientar quanto ao consumo e a melhor quantidade para você”

Patrícia Ito
Nutricionista – CRN-3 43825
patricia.itou@gmail.com

Referências Bibliográficas

Referências Bibliográficas

CRAVEIRO, A. C.; CRAVEIRO, A. A. Alimentos funcionais: a nova revolução. Fortaleza: Padetec, 2003. 281 p.

ILSI – International Life Sciences Institute do Brasil. Fibras, Prebióticos e Probióticos. São Paulo: ILSI, 2005. 88 p.

KADOOKA, Y et al. Regulation of abdominal adiposity by probiotics (Lactobacillus gasseri SBT2055) in adults with obese tendencies in a randomized controled trial. Eur J Clin Nutr, v. 64, p. 636- 643, jun. 2010.

PARK, D. Y. et al. Supplementation of Lactobacillus curvatus HY7601 and Lactobacillus plantarum KY1032 in diet induced obese mice is associated with gut microbial changes and reduction in obesity. PLoS One, v. 8, n. 3, mar. 2013.

SAAD, S. M. I; CRUZ, A. G; FARIA, J. A. F. Probióticos e Prebióticos em Alimentos: Fundamentos e aplicações tecnológicas. São Paulo: Varela, 2011. 669 p.

About meunutricionista

Check Also

crossfit-534615_640

Aplicação da creatina em exercícios de alta intensidade

É extremamente comum os praticantes de exercício físico buscarem por substancias/suplementos alimentares que prometem melhorar …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *