Home » Notícias » Vitamina D: nutriente essencial para todas as idades

Vitamina D: nutriente essencial para todas as idades

Foto: querosaude / reprodução
Foto: querosaude / reprodução

A vitamina D é um nutriente essencial à vida, sendo a sua principal função promover o equilíbrio de cálcio no nosso organismo, a baixa concentração desta vitamina, pode gerar doenças graves como o raquitismo e a osteoporose, podendo aumentar o risco de fraturas e quedas, principalmente em idosos.

Estudos publicados em 2013 apresentaram relação sólida da deficiência dessa vitamina com o aumento da produção de células pró inflamatórias, risco de acidentes vasculares cerebrais, e diminuição do rendimento da atividade física por estar intimamente relacionada com a força muscular.

Diante de toda a sua importância para a saúde, é preocupante que atualmente grande parte de jovens, adultos e idosos apresentem insuficiência desta vitamina que pode ser obtida, em menor parte, através da alimentação e, em maior parte através da exposição solar.

Muitos dos alimentos fontes de vitamina D como: atum enlatado em água, sardinha enlatada em óleo, salmão, leite, iogurte, queijo, gema de ovo, manteiga, cogumelos, óleo de fígado de bacalhau e fígado de vitela não fazem parte da nossa rotina e os que fazem, como a gema de ovo e a manteiga são demonizados como os vilões da história.

Atente-se: segundo a Diretriz da Sociedade Brasileira de Cardiologia o consumo de manteiga e ovo (01 unidade por dia) pode sim fazer parte da nossa alimentação se for moderado e dentro das recomendações.

Além disso, o ovo contém ácido docosahexaenóico, proteínas e vitaminas que podem contribuir no controle do colesterol. Ainda, deve-se ter cuidado em sua forma de preparo, evite prepara-lo imerso ao óleo.

Em relação à produção pelo sol, somente 10 minutos de exposição diária são necessários para que o seu corpo fabrique uma boa dose dessa poderosa vitamina.

 

Arregace as mangas para o sol, para a vitamina D, para sua saúde…

para Você!

Patrícia Ito
Nutricionista – CRN-3 43825
patricia.itou@gmail.com
Facebook: Nutrindo Mentes

Referências Bibliográficas

Referências Bibliográficas

ARAÚJO, L. Deficiência de vitamina D em obesos e cirurgia bariátrica. Rev. Evidências em Obesidade, p. 8- 10, fev. 2013.

BUENO, M. B.; FISBERG, R. M.; MAXIMINO, P.; RODRIGUES, P; FISBERG, M. Nutritional risk among Brazilian children 2 to 6 years old: a multicenter study. Rev. Nutrition, v. 29, n. 2, p. 405- 410, fev. 2013.

MCNAMARA, D. J. The impact of egg limitations on coronary heart disease risk: do the numbers add up? J. Am. Coll. Nutr., v. 19, n. 5, p. 540- 548, out. 2000.

PREMAOR, M. O.; FURLANETTO, T. W. Hipovitaminose D em adultos: entendendo melhor a apresentação de uma velha doença. Rev. Arq. Bras. Endocrinol. Metabol., v. 50, n. 1, fev. 2006

RUIZ-IRASTORZA, G. et al. Vitamin D deficiency in systemic lúpus erythematosus: prevalence, predictors and clinical consequences. Rev. Rheumatology, v. 47, n. 6, p. 920- 923, jun. 2008.

SBC. Sociedade Brasileira de Cardiologia. I Diretriz sobre o consumo de Gorduras e Saúde Cardiovascular. Arq. Bras. Cardiol., supl. 3, v. 100, n. 1, p. 1- 40. 2013.

About meunutricionista

Check Also

crossfit-534615_640

Aplicação da creatina em exercícios de alta intensidade

É extremamente comum os praticantes de exercício físico buscarem por substancias/suplementos alimentares que prometem melhorar …