Home » Notícias » Entenda o problema da Síndrome do Intestino Irritável

Entenda o problema da Síndrome do Intestino Irritável

A Síndrome do Intestinal Irritável (SII) é uma doença do trato gastrointestinal que é caracterizada pela presença de dor abdominal intensa, e uma alteração brusca do hábito intestinal. Muitas vezes essas condições acontecem de forma crônica e muito prolongada.

As mulheres são duas vezes mais acometidas pela doença quando comparadas ao homem, e estudos revelam que 15% da população do mundo apresenta SII e somente 1/3 procura ajuda médica.

Os 04 sintomas característicos são: dores abdominais, constipação, diarréia e distensão abdominal com presença de gases.

A intensidade da dor varia entre média e forte, e na maior parte dos casos tem relação direta com a dieta e o estresse e está localizada na parte inferior do abdômen.

Foto: quintessenciatni (reprodução)
Foto: quintessenciatni (reprodução)

Essa doença influencia no bem estar e na convivência social daquele que é acometido já que pode apresentar-se com diarreias freqüentes, ou até uma constipação (intestino preso) por vários dias. O refluxo gastresofágico, saciedade precoce, náuseas e a má digestão também podem aparecer dependendo do grau de acometimento da doença.

Por ser uma doença funcional a SII não apresenta nenhuma lesão anatômica, ou seja, casos de febre, desnutrição, anorexia devem ser investigados.

Essa é uma doença que possui relação direta com a alimentação, e o nível de ansiedade, por esse motivo o estilo de vida do paciente deve ser reavaliado. O controle do estresse e ansiedade pode ser combatido com a introdução de exercícios físicos diários e um nutricionista nesse tratamento se torna essencial para orientação da alimentação deste indivíduo.

A manobra alimentar deve respeitar os sintomas, já que pode acontecer de o paciente apresentar todos ou só alguns dos sintomas. A cafeína e alimentos com excesso de gordura devem ser evitados por todos, eles são fortes agressores intestinais.

A lactose se comporta de forma diferente nos pacientes, muitas vezes por excesso de sensibilidade intestinal a tolerância a este açúcar fica reduzida, portanto deve ser diminuída ou reduzida no seu consumo diário.

As fibras devem ser introduzidas, as suas quantidades manobradas pelo profissional nutricionista, pois são de grande auxílio em casos de constipação, mas podem prejudicar em casos de diarréia.

Nos casos de gases excessivos muitos alimentos devem ser evitados como: feijão, lentilha, brócolis, couve flor já que são flatulentos.

Existem casos onde somente a intervenção nutricional não obtém o sucesso desejado, nesses casos o tratamento medicamentoso é aconselhado, muitos médicos utilizam de terapias com antidepressivos para sucesso do tratamento além das fibras.

O cuidado com a flora intestinal e sua preservação, o tratamento nutricional, introdução de exercícios físicos e muitas vezes o tratamento medicamentoso melhoram a qualidade de vida do paciente acometido com SII.

Adriana Fanaro Oliveira
Nutricionista – CRN3 17166

About meunutricionista

Check Also

meunutri

O desafio encantador do Atendimento Nutricional

O atendimento nutricional é uma área da nutrição muito desafiadora, encontramos diversos empecilhos quando nos …